Share this

terça-feira, outubro 13, 2009

Maitê Proença ridiculariza Portugal e os portugueses


Se eu mandasse, não punha mais as patinhas em Portugal.
Não há água que a lave!
"Vá-se cobrir de moscas!"_ como disse o Manel ao outro.

3 comentários:

BlueAngel disse...

Se eu mandasse nem sei, Juninha, Mas um grande pedido de desculpas esta senhora deve a todos os portugueses sem excepção. Então Sintra tem o patrimónioque tem e a madame só se lembra de mostrar uma porta velha, cheia de fios torcidos e com um número 3 ao contrário. Por Deus!!! Uma vergonha!!! Já para n´~ao falar no resto do vídeo. :(((

Aguimas disse...

Cito:

"Sintra, foi terra de Templários, Maçonaria, Priorados e Orgias. Ao que parece o facto de o nº3 ser em diversos locais apresentado ao contrário era um sinal para as pessoas de fora identificarem o local do culto secreto.

Há quem defenda que não queria dizer nada disto e que simplesmente avisava quem passava que no local vivia alguém que queria mudar de vida, e que precisava de ajuda, daí que o três estivesse invariavelmente caído e não ao contrário, daí também que em muito locais o número 3 não tivesse correspondência toponímica.

No caso em questão a porta pertence ao antigo Hotel Victor – frequentado por Eça de Queirós, Camilo, entre tantos outros nomes da cultura da língua portuguesa e que a senhora não sua compreensível ignorância não podia mencionar. Eram nomes grande da intelectualidade de há dois séculos.

É também de recordar que quem o mandou construir foi o Victor Sasseti, dono do Hotel Bragança, em Lisboa, maçon e grande amigo de António Carvalho Monteiro e do Luigi Manini, que lhe fez o projecto do Cottage Sasseti, na encosta dos Mouros, agora propriedade da Câmara. Claro que o Sasseti pôs o número ao contrário de propósito!
Nesta «vilazinha» tudo tem certo espírito secreto.

Nem sempre a ignorância é desculpa.

O três invertido, tal como o triângulo invertido, representa o princípio masculino. O número três, como o cinco ou o sete, tem importantes conotações maçónicas (por exemplo, os três símbolos da Maçonaria são o Esquadro, Nível e o Fio de Prumo). Três são também as Graças, como se pode ver no painel da Regaleira. Já para não falar da triplicidade do tempo (passado, presente e futuro) e de outras coisas que davam pano para mangas."

"O número 3 invertido passa a ser um "E", e é chamado de "poder do 3". Esta letra representa o olho (de Hórus). Simboliza Marte. Representa talento. Representa guerra."

"O 3 invertido representa a Estrela de David e era usado para indicar a moradia de uma família Judaica, uma forma de dizê-lo ao mundo sem que a maioria das pessoas entendessem."

Outras explicações se poderiam aqui adiantar, mas será que vale a pena ensinar quem, manifestamente se revela incapaz de aprender?

Anónimo disse...

Como vocês portugueses se ofendem por pouco viu!!! O programa ( que nem tem tanta audiência no Brasil)tem como pretenção a comédia,por isso o tom irônico levado em pauta nas matérias,todos os brasileiros sabem que em sua maioria os portugueses são um povo muito bem capacitado e inteligente,aprendam conosco a serem menos carrancudos e mal humorados.