Share this

quarta-feira, dezembro 27, 2006

FELIZ ANO NOVO

c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c

Tudo começou há muitos anos, era eu menina.

Em cada passagem de ano, ouvia com frequência, as advertências do meu pai, que até nem era uma pessoa supersticiosa, que a alegria, o bem-estar e tudo o que se fizesse nessa noite seria o espelho do ano vindouro.

- O reveillon teria que ser num sítio animado, bem comido e bem regado.
- Queria toda a gente linda e elegante mas que ninguém da família se vestisse de preto.
- Onde quer que estivéssemos, à meia-noite, subíamos para qualquer sítio alto, normalmente uma
cadeira, com dinheiro grado na mão.
- As 12 passas de uva tinham que ser comidas antes que finalizassem as badaladas da meia-noite.
- Tínhamos que usar uma qualquer peça de roupa nova para a noite de 31 e uma outra para estrear no dia 1 de Janeiro.

Todos, na família, cumpriamos estas regras escrupulosamente e achávamos muita piada.

Os anos foram passando e uma parte desses hábitos do tempo do meu pai foi-se desvanecendo. Os últimos três anos, por exemplo, têm sido passados em casa. Corre tudo muito bem mas falta aquela euforia contagiante própria dos sítios com muita gente em que todos se animam mutuamente. É claro que não me visto como se fosse para um reveillon, nem tenho o cuidado de comprar roupas novas para usar.

Aproxima-se o final do ano.
Estranhamente, e também não sendo supersticiosa, tenho verificado que a forma como tenho passado o final de cada um destes últimos anos tem vindo, de certa maneira, a reflectir a minha vida em cada ano que começa.

Lembro-me muito do meu pai, dos meus pais, e sinto muito a falta deles, destas pequenas coisas de família que nos faziam felizes e que, lamentavelmente, já não podem voltar.

Feliz Ano Novo para todos vocês.

c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c c

6 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

E não te esqueças da peça de roupa azul, sabe-se lá por quê! Feliz ano novo!

June disse...

Feliz Ano Novo também para ti e para a tua jove.
Bjs.

Maria Vinagre disse...

É a cuequinha azul! Não comprei. E se comprasse enfiava-as na cabeça.
Li tudo muito atentamente. O ano passado vesti-me de preto-gótico para a passagem de ano. Será que foi isso que agoirou tanto o meu 2006? É que se fôr assim, visto-me de Floribela... não tenho é orçamento para roupa nova!

Desejo que tenhas o Ano de 2007 com que sempre sonhaste. Um óptimo Ano Novo!

Bjinhos

António Oliveira disse...

As time goes by, a mudança é inevitável mas o espirito pode ser mantido, se nós quisermos. Este estado de nostalgia é normal nestas épocas e tem de ser afogado com a melhor pinga que se conseguir: vai do champanhe à geropiga. Vale tudo mas o espírito tem de ser elevado.
Bjs e que 2007 não seja só um bom ano mas que também nos surpreenda, pela positiva. Bem precisamos.

Miguel disse...

June,

______0___o__o__o0_0__o_o__0
_____0___o__o_o__0_0__o___o__0
____0_o___o___o__0_0___o___o__0
____00o0000o00o0o0_0o00o00oo0oo0
___o00o0o00000o000_00o0o00o0o00o0
___00000o000o000o0_000o000o0000o0
___0o00oo00o0o00o0__0000o0o0o00o00
___0o0o00000o00o0___000o0o0o0o0o00
____0o0o0000o0o0_____000o0o00o00o0
_____0000o0000________ 00o000o000
______0000000___________0000000
________00__________________00
_______00____________________00
______00______________________00
_____00_______TIM_TIM__________00
____00___FELIZ 2007______ _____ ___00
_000000________________________000000

"Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um individuo genial.

Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.

Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro
número e outra vontade de

Acreditar que daqui para frente... tudo vai ser diferente ...!"

Carlos Drummond de Andrade

Um 2007 repleto de coisas boas ...
São os votos da Matilde e Cª!

Anónimo disse...

:)