Share this

quinta-feira, novembro 01, 2007

Halloween

Ontem à noite vesti-me de bruxa mas, do que eu gostava mesmo era de ser bruxa. Das boas, claro! Queria ser assim uma bruxita engraçada, com escola, boa adivinhadora. Poder fazer o sol brilhar por entre a chuva nos dias maus, o mar acalmar nos dias de tempestade; fazer os mentirosos falar verdade e os políticos não pensarem só neles; dar uma mesa farta a quem tem fome, dinheiro a quem o não tem; calar certas bocas para sempre e fazer falar os que há muito andam calados. Enfim!... De muitas mais coisas me lembrarei quando for bruxa. Prometo.

3 comentários:

kuka disse...

Quando fores bruxa, lembra-te de mim.

June disse...

Ó Kuka! E eu sou lá pessoa que me esqueça dos amigos?

Bjs

Imzinho disse...

ele há bruxas e bruxas, umas vemos todos os dias e até gostamos delas
beijos